Jornalismo ambiental premiado

“Somos falsos defensores da natureza. Porque bradamos, defendemos o meio ambiente quando isso não nos custa nada. Quando isso impõe um custo para nós, achamos que a obrigação é do outro. É do poder público”, disse o promotor Daniel Martini, da Promotoria Regional de Meio Ambiente das Bacias dos rios dos Sinos e Gravataí, ao jornalista Clovis Victória na primeira reportagem da série Esperança para o Sinos publicada no jornal Extra Classe, nas edições de julho, agosto e setembro de 2011, que conquistou o primeiro lugar da categoria Jornalismo Impresso – Reportagem Geral do 53º Prêmio ARI-Banrisul de Jornalismo, da Associação Riograndense de Imprensa, o principal prêmio do jornalismo gaúcho, e primeiro lugar na categoria Reportagem Impressa do 13º Prêmio de Jornalismo do Ministério Público do RS.

Clovis Victória acompanhou ação inédita de monitoramento ambiental do Ministério Público gaúcho, no rio considerado o segundo mais poluído do Brasil, ignorada pela grande imprensa do Rio Grande do Sul. O Ministério Público passou a fazer o trabalho que seria obrigação dos órgãos ambientais, e só o Clovis Victória, os editores do jornal e logo em seguida leitores do Extra Classe, professores da rede privada de ensino, e os jurados dos dois prêmios se deram conta da importância do fato. Confira nos links a seguir a série de reportagens premiadas:

Esperança para o Sinos

O conflito da água

Um rio de lama

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s