II Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental

http://jornalismoemeioambiente.com/
http://jornalismoemeioambiente.com/

O II Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental será realizado de 29 a 31 de maio em Porto Alegre – RS. Seu principal objetivo é reunir pesquisadores docentes e discentes interessados no diálogo sobre o atual momento de investigação no tema e possibilidades futuras de atuação compartilhada.

Serão três dias de trabalho, incluindo conferências, painéis, reunião de Grupos de Pesquisa e sessões de apresentação de trabalhos acadêmicos. O evento conta com apoio da Capes – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

As inscrições serão aceitas até a data do evento (link a seguir). Os valores são: até 30/04 – R$50,00 para estudantes (graduação e pós-graduação) e R$ 80,00 para o público em geral (professores, pesquisadores, profissionais); após 30/04, – R$ 60,00 para estudantes e R$120,00 para o público em geral. Pesquisadores com apresentação de trabalho são isentos de taxa, devendo apenas enviar os dados solicitados no link: http://jornalismoemeioambiente.com/enpja/ . Continuar lendo II Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental

Anúncios

Um aviso da Terra

Poema produzido para a disciplina de Jornalismo Ambiental por Shalynski Zechlinski, estudante de 5º semestre do curso de jornalismo da UniRitter / Porto Alegre (RS), inspirado na leitura do livro Colapso, de Jared Diamond.

Crédito: Carta da Terra, disponível em http://www.earthcharterinaction.org/content/categories/Communication%20and%20Media
Crédito: Carta da Terra, disponível em http://www.earthcharterinaction.org/content/categories/Communication%20and%20Media

Alô homo sapiens sapiens,
cadê a sua sapiência?
Se diz tão inteligente,
busca a longevidade da vida
mas esquece do mais importante:
o caos que causa todos os dias
Alô, alô terráqueo!
Aqui quem fala é a Terra
Não é engano
Essa ligação é direta

Senhor homo, com tantos estudos,
inteligente, adepto a inúmeras tecnologias
será que você esqueceu das civilizações antigas?
Aquelas grandes potências que hoje não existem mais
Não imaginavam, não esperavam
não podiam prever que poderiam desaparecer
Mas e você?
Sapiens sapiens tão pensante e cheio de recursos,
ainda sim está seguindo o mesmo caminho dos povos antigos

De que serve toda sua erudição e tecnologia?
Prever os problemas, se continua me levando ao colapso?
Alô, alô terráqueos eu não sou marciano
Preste atenção!
Eu sou de toda a natureza
Por favor, não acabe com a minha beleza
O mundo não é do homem
E você senhor sapiens, precisa cuidar do planeta Continuar lendo Um aviso da Terra

Curso na UFRGS discute cobertura da mudança do clima com jornalistas do RJ e SP

O Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul e a Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS, com o apoio do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação da UFRGS, promovem o curso “O Jornalismo Ambiental e a Mudança Climática”, voltado a jornalistas e estudantes de jornalismo.

O curso acontece durante o dia 7 de dezembro (sábado), no Auditório 1 da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS (Rua Ramiro Barcelos, 2705, Bairro Santana, Campus Saúde – Porto Alegre/RS). O formulário para inscrição pode ser acessado neste link: http://goo.gl/jL9fqD. O investimento por pessoa é de R$ 50.

Palestrantes

Eduardo Geraque, repórter do jornal Folha de S.Paulo desde 2006, biólogo, mestre em Oceanografia (FURG), doutor em jornalismo ambiental (Prolam/USP) e vice-presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Científico (ABJC).

Daniela Chiaretti, repórter de meio ambiente do jornal Valor Econômico desde 2004, ex-repórter do jornal Folha de São Paulo, vencedora do Prêmio Esso de Jornalismo em 2011 na categoria Informação Científica, Tecnológica e Ambiental.

Carlos Tautz, coordenador do Instituto Mais Democracia – Transparência e controle social sobre governos e empresas, articulista do Blog do Noblat e ex-pesquisador sênior e documentarista do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase).

Jefferson Cardia Simões, pesquisador líder do Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR – UFRGS), membro do Painel Intergovernamental sobre Mudança do Clima (IPCC) e do Painel Brasileiro sobre Mudanças Climáticas.

Curso Jornalismo e Mudança Climática Continuar lendo Curso na UFRGS discute cobertura da mudança do clima com jornalistas do RJ e SP

A crise ambiental e a crise do jornalismo

As faculdades de jornalismo devem capacitar os jornalistas para que sejam capazes de abordar os temas ambientais além do senso comum e de maneira transversal, em qualquer editoria, não apenas nas seções de meio ambiente. A opinião é do presidente da Federação de Jornalistas da América Latina e do Caribe (Fepalc), Celso Augusto Schröder, 60 anos, que também é vice-presidente da Federação Internacional de Jornalistas (IFJ, na sigla em inglês) e presidente reeleito da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj).

Por Roberto Villar Belmonte

Nesta entrevista exclusiva concedida em Lima, capital do Peru, na sexta-feira passada (27/09/13), Celso Schröder, que reside em Porto Alegre (RS), onde leciona jornalismo há 25 anos, na Famecos/PUCRS, fala também sobre a crise no jornalismo, que para ele é artificial. “O tempo do jornalismo não é e nem pode ser o mesmo tempo das redes sociais”, explica. Schröder trata ainda da volta da obrigatoriedade do diploma para o exercício da profissão no Brasil e defende a importância de um marco regulatório para as comunicações.

logo_fepalcSeguindo o posicionamento da Fenaj, que no ano passado realizou um congresso nacional sobre a temática ambiental, a Fepalc promoveu em Lima, nos dias 26 e 27 de setembro, o seminário Crisis Ambiental: Los Desafíos del Cambio Climático para los Periodistas y sus Sindicatos, com patrocínio da Fundação Friedrich Ebert Stiftung, ligada a social democracia alemã, com apoio da IFJ e da Associación Nacional de Periodistas del Perú (ANP). Em 2014, Lima será sede de mais uma Cúpula do Clima (COP 20).

Celso Schröder encerra seminário em Lima sobre mudança do clima que reuniu dirigentes sindicais e jornalistas do Peru, Chile, Colombia, Panamá, Costa Rica, Brasil e República Dominicana
Celso Schröder encerra seminário em Lima sobre mudança do clima que reuniu dirigentes sindicais e jornalistas do Peru, Chile, Colombia, Panamá, Costa Rica, Brasil e República Dominicana

Blog do Villar: Qual foi a principal constatação do seminário da Federação de Jornalistas da América Latina e do Caribe (Fepalc) sobre os desafios da mudança do clima para os jornalistas e os seus sindicatos?
Celso Schröder: A compreensão geral foi de que a mudança do clima é uma pauta importante e que não estamos fazendo bem a cobertura. Apesar da existência de jornalistas especializados em meio ambiente. Precisamos produzir uma ação conjunta compartilhada entre as organizações de jornalistas, sindicais e não sindicais, para produzir compreensão. É preciso tratar o tema com a complexidade que ele tem através de jornalistas especializados, sem cair na armadilha de simplificações desnecessárias, mas também introduzir o meio ambiente no jornalismo como um todo para que este tema possa ir além de um público especializado e já convencido e mobilizado, e chegar ao outro público, o que tem uma sintonia com o meio ambiente, mas que está imerso no senso comum. Inclusive neste senso comum que é disputado em declarações equivocadas do tipo “como está esquentando a terra se tem neve onde não costuma nevar?”. Neste público está o agricultor preocupado com a sua produção, que se não compreender o impacto da mudança do clima no seu dia-a-dia não vai se preocupar com o tema, ou o empresário que ainda acha que isto é uma bobagem e que, portanto, mudanças no modo de produzir são desnecessárias. Temos que trabalhar para que todos os jornalistas consigam tratar destas agendas transversais. Continuar lendo A crise ambiental e a crise do jornalismo

V Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental

Brasília (DF) – Entre 17 e 19 de outubro, a capital federal será palco do 5º Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental. O evento acontecerá no Centro Universitário de Brasília (Uniceub) e reunirá cerca de mil profissionais e estudantes de Comunicação do Brasil e do Exterior, como jornalistas, assessores de imprensa, professores e pesquisadores.O tema guarda-chuva do Congresso serão os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS). Eles são um conjunto de metas definido durante a Rio+20 para reduzir a pobreza, promover a prosperidade global e o avanço social associados à proteção do meio ambiente.

VCBJAComo o bom Jornalismo pode ajudar o Brasil a se inserir nesse processo será um dos temas em debate. A pauta também estará presente em painéis dedicados a assuntos como Economia Verde, Uso e manutenção dos recursos naturais e a segurança alimentar, Bem estar social e ocupação do território, e ainda Geração de conhecimento e financiamento dos ODS. Continuar lendo V Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental